quarta-feira, 8 de junho de 2011

"Tranquilo" com processo

Fábio Coentrão não está preocupado com as consequências do processo disciplinar que lhe vai ser instaurado pelo Benfica, na sequência da entrevista que deu ao jornal "AS". Via telefone, a O JOGO, o jogador recusou-se, de forma educada e gentil, a tecer mais comentários sobre o imbróglio que se começa a tornar a sua transferência para o Real Madrid.

"Estou tranquilo. Não vou dizer mais nada", foi a única coisa que disse ao nosso jornal, despachando-nos num ápice, numa altura em que ainda estava em Caxinas, Vila do Conde. O jogador apenas hoje parte para férias com a mulher e a filha, imagine-se, logo para Espanha, mais concretamente para as ilhas Baleares.

Entretanto, na entrevista ontem publicada no diário desportivo "AS", Fábio Coentrão disse ter jogado, sábado, por Portugal, frente à Noruega, "um pouco atormentado"."Estava nervoso, sendo um jogador do Benfica, mas a um passo do Real Madrid", afirmou, garantindo ser "muito fácil" jogar ao lado de Cristiano Ronaldo. "Coincidi com bons jogadores no Benfica. E agora, tenho a possibilidade de jogar com os melhores do mundo em Madrid. Vou aprender muito e serei um jogador melhor dentro de dois ou três anos", declarou.

O internacional português defendeu não existir nada "mais alto" do que dar o salto, agora, na sua carreira, para a equipa dirigida por José Mourinho. "Desde pequeno que gosto do Real Madrid. Sempre quis vestir essa camisola", disse, remetendo para o empresário Jorge Mendes quando questionado sobre o comportamento do Benfica em todo este processo. "Isso já é um assunto do Mendes. Tenho uma boa relação com Vieira, o Benfica está no meu coração. Tentaram que eu ficasse, claro, mas a minha decisão está tomada. Estou agradecido ao Benfica, mas o Benfica também tem de estar agradecido", comentou. "Eu faço tudo com o coração. No verão passado, fiquei no Benfica porque o sentia, de coração. Sempre fui sincero. Agora, a minha cabeça só está em Madrid e tenho de ir para lá", acrescentou.


Fonte: O Jogo

Sem comentários:

Enviar um comentário